Fórum da Nossa Aldeia Global

 

 


Fórum da Climatização na Aldeia Global


DeMensagem
Cesar Alves

07/2/2005
00:19:33
Assunto: acumuladores de pedra natural

Mensagem:
Gostaria de obter imformaçao acerca destes aparelhos(acumuladores de pedra natual),sera que realmente dao resultados positivos?
A quem tenha aparelhos destes ,agradeço que me informe dos resultados obtidos,tais como a temperatura obtida e muito importante a respectiva factura.


Jorge Santos

09/2/2005
00:20:28
RE: acumuladores de pedra natural

Resposta:
Os resultados são os mesmo que com qualquer aquecedor a óleo, não aquece nem mais nem menos, não gasta nem mais nem menos, Podem é ter um aspecto mais atractivos.

Se lhe querem vender dizendo que fazem milagres não acredite.

Veja a sua potencia e já sabe que por cada 1000 watts gasta 20$ por hora normal e 11$ em hora de Vasco (caso opte por contador bi-horario)

Se o aparelho que quer comprar tem 1000 W. aquece metade do que um com 2000 W.
A maneira mais fácil de enganar os ignorantes, é vender um aparelho de 700 w dizendo que gastam pouco e nem seguer precisam de mentir, pois realmente um de 700 w gasta menos do que um de 2000 w.

Agora também liberta um calor correspondente à energia que consome.


José Luís Correia

11/2/2005
23:23:45
RE: acumuladores de pedra natural

Resposta:
Exma. Sra.,

Tenho feito um esforço e já tinha prometido a mim próprio que não mais iria intervir neste fórum, só que... A falta de rigor, ligeireza, falta de conhecimentos e suposta "humilde arrogância" com que alguns aqui intervêm...

As coisas que o Sr. Jorge Santos lhe disse são maioritariamente erradas.

Teoricamente e ou aparentemente, um aparelho com 1000 W aquece metade que um aparelho com 2000 W. Mas na realidade não é assim! Ou pode não ser assim, depende dos aparelhos. Só é assim relativamente a aparelhos similares. Passo a explicar:

- Os aparelhos de aquecimento dissipam calor maioritariamente por radiação térmica e convecção.
- O calor dissipado por radiação térmica depende da temperatura superficial do aparelho, da temperatura envolvente, da emissividade do material radiante e da área total de radiação. A expressão, Pr = A.e.k(Ts^4- Tenv^4), dá-nos o valor da potência radiada teórica em regime estacionário. A expressão anterior (onde as temperaturas aparecem elevadas à 4.ª potência, referencio-o, pois, simbologia mais adequada não é aqui possível, e dava jeito, fica o desafio aos srs. "gestores" deste fórum para operarem melhorias...) torna claro que só se pode aumentar a potência radiante (e consequentemente a energia dissipada, pois, a energia é igual à potência vezes o tempo) “mexendo” teoricamente em 3 variáveis (na prática, apenas em uma...): a área (variável A); a emissividade (variável e); e a temperatura superficial do aparelho (Ts). Pois, k é uma constante (constante de Stefan-Boltzmann) e Tenv é a temperatura envolvente do local a aquecer. A emissividade do material do aparelho (e), é na maioria dos equipamentos já bastante elevada, superior a 0,9, sendo o seu valor máximo possível igual a 1 (corpo negro), logo, por aqui, pouco ou nada se pode fazer. A temperatura superficial do aparelho, por razões de segurança não deve ultrapassar os 80 graus celsius, logo, por aqui também nada se pode fazer. Apenas, podemos então aumentar a área total de radiação (A) por forma a aumentarmos a potência radiante.
- O calor dissipado por convecção pode ser expresso pela expressão Pconv = Ah(Ts – Tf), sendo A a área do aparelho, h o coeficiente de transferência de calor por convecção que depende entre outros factores do factor de forma do aparelho e da velocidade do fluído (neste caso o ar envolvente). Também, neste caso, apenas actuando no factor h e na área A se pode aumentar este valor (se interessar...). Como? Por exemplo, como acontece nas carcaças dos motores e radiadores, a forma construtiva em alhetas aumenta-lhes a área de contacto como o ar envolvente e, por isso, as trocas de calor com a envolvente (arrefecimento)...
- Posto isto, não é suficiente um painel de aquecimento ter muita potência (eléctrica). Vou concretizar. Por exemplo, uma painel radiante SUNWAVE de 1000 W de potência eléctrica tem as seguintes medidas, 1,1×0,55×0,02 m, ou seja, uma área total de 1,276 metros quadrados. Suponhamos que irá ser aquecido, por intermédio de uma resistência eléctrica (vamos ver que potência é necessária...), a 80 graus de temperatura superficial. Nestas circuntâncias, o painel irá dissipar a seguinte potência térmica:

Prad = 1,276×0,94×5,67×10-8×[(353^4 - 293^4) = 555 W
Pconv = 1,276×6(353-293) = 459 W

Pt = Prad + Pconv = 1014 W

(Uma boa base de projecto!....)

Pois,
A = 1,276/2 = 0,638
e = 0,94
k = 5,67×10-8 W/m2K4
Ts = 273 + 80 = 353 K (graus Kelvin)
Tenv = 273 + 20 = 293 K
h = 6 W/m2K (há tabelas de valores de h para gases e líquidos para convecção livre ou forçada)

Portanto, não vale a pena este painel ter mais de 1000 W de potência eléctrica, pois, só consegue “por cá fora” a uma temperatura superficial aceitável cerca de 1000 W térmicos (efectivos). Se lhe colocássemos, por exemplo, uma resistência eléctrica de 2000 W teríamos que prever, como no caso dos radiadores a óleo, um termostato que desligasse o sistema quando o pianel atingisse digamos cerca de 80 graus de temperatura superficial, caso contrário, o painel atingiria cerca de 125 graus! (utilizando as expressões anteriores, sendo agora a incógnita a temperatura superficial, e um processo numérico de cálculo já que a equação é não linear; no caso de quem ler este post basta pegar nos 125 graus, fazer a respectiva conversão para graus kelvin e substituir nas expressões que irá obter aproximadamente 2010W).

No caso de um radiador a óleo, onde a área de radiação total A não é tão grande, apesar de o coeficiente h ter um valor superior (componente de convecção térmica superior) a temperatura atingida seria assim superior a 125 graus e naturalmente o óleo atingiria uma temperatura ainda ligeiramente superior!... O risco é algum, principalmente se o termostato não actuar...

Resumindo, há aparelhos de 1000 W que aquecem tanto como aparelhos de 2500 W! O painel radiante SUNWAVE aquece tanto como um radiador a óleo de 2500 W! Porquê?

Os 1000 W eléctricos do painel SUNWAVE são também 1000 W térmicos, enquanto que os 2500 W eléctricos do radiador a óleo correspondem no máximo a 1000 W térmicos ou pouco mais, pois, a área de radiação é menor apesar do coeficiente h ser superior (“é uma questão de se fazerem as contas”, utilizando as expressões anteriores). Se o Sr. que me antecedeu quiser fazer as contas... ou então a experiência de retirar de serviço o termostato de um radiador a óleo de 2500 W e esperar que este atinja a temperatura superficial de equilíbrio (ou seja, quando estiver a dissipar exactamente 2500 W térmicos) e medi-la... e esperar que não surja nenhum azar, por exemplo, apanhar um banho de óleo quente...

- Quanto ao consumo não é possível afrirmar-se que é igual sem se conhecerem outros elementos.

Se o painel SUNWAVE fosse colocado no meio do espaço a aquecer ou suficientemente afastado da parede, tal como o é um radiador a óleo, então não tinha nenhuma capacidade de trmoacumulação, e quando desligado, o espaço em causa arrefeceria mais ou menos rapidamente, conforme o isolamento térmico da envolvente.

Mas, não é o caso, o painel radiante SUNWAVE é fixo à parede distando desta cerca de 4 cm. Ao fim de algumas horas toda a parede envolvente por cima do painel e a parede do lado oposto (pelo que o painel deve ser instalado em paredes interiores) estão mornas e a radiar também calor. Este aspecto de termoacumulação de calor na parede é muito importante também em termos de melhor aproveitamento da tarifa bi-horária, coisa que o radiador a óleo não consegue. Por isso, não podem consumi a mesma coisa, a não ser que não esteja disponível a tarifa bi-horária, o que não é de todo recomendável com aquecimento eléctrico...

Para terminar, refiro ainda um aspecto muito importante. Se quisermos prever o aquecimento, por exemplo, de uma área de 100 metros quadrados (um T2) com painéis radiantes SUNWAVE precisamos de cerca de 7000 W (70 W vezes 100 metros quadrados), digamos por simplicidade 7 painéis radiantes de 1000 W. Se usássemos radiadores a óleo teríamos de considerar aproximadamente o dobro da potência ou mais. Será que seria exequível? A maioria das pessoas só tem contratada à EDP 30 A monofásicos. Poucas, talvez muito poucas, nos seus apartamentos, consigam que lhes (a EDP) fornecem 45 A monofásicos e muito menos mais potência, mas em trifásico, pois, a maioria dos apartamentos tem instalações preparadas para alimentação em monofásico... (30 A monofásicos, correspondem, considerando cargas resistivas, a 6900 W)

Atentamente,

José Luís Correia
info@sunwave.pt



Obeservador

12/2/2005
00:54:08
RE: acumuladores de pedra natural

Resposta:
Sr. Correia
Explique lá como é que absorvendo 1000W debita 1014W
(como indicado nas suas contas)??????
Outra coisa num radiador a óleo se tiver os tais 2500w vai
"trabalhar" menos tempo (atinge mais rapidamente a
temperatura pretendida). A electricidade é paga ao kW/HORA.
Será que isso já não deve entrar nas considerações????



Jorge Santos

12/2/2005
02:53:59
RE: acumuladores de pedra natural

Resposta:
Se as paredes estão a irradiar calor isso quer dizer que estão a absorver o calor faça contas... Já que sabe.

Bem o sr. observador tirou-me as palavras da boca…

No entanto sr. J. L. Correira se eu quiser aquecer uma divisão rapidamente com 1000 watts, uso um termoventilador, que não tem que perder energia a aquecer paredes.

Se eu estiver numa sala com 100 metros quadrados e quiser aquecer apenas a zona onde estou, (é o que estou a usar neste momento) uso um aquecedor com lâmpadas de halogéneo sabe como funciona ? irradia quase toda a sua energia direitinho para o meu corpo, e em vez de aquecer as paredes aquece-me só a mim.
Consome 800 watts e aquece num segundo, a sua placa SUNWAVE só para começar a aquecer leva muito mais tempo.

Olha sabe que mais ? não me obrigue a falar mal dessas placas pois eu vendo semelhantes, com 1000 watts por 500 euros. Ainda não consegui foi enganar ninguém , pois não gosto de enganar as pessoas, tenho o defeito de não conseguir aldrabar, nem à família consigo vender essas placas caras. Se eu fosse fazer a figura de parvo que o sr, faz com tanta conta, os meus clientes diziam-me logo assim:

“Não quero saber de contas, a mim única conta que interessa é quanto vou pagar ao fim do mês.”

Venda lá as suas placas, pode ser que eu consiga também vender alguma, pois 500 euros já dá algum lucro.

A placa que eu tenho agora ao pé de mim custou-me 30 euros numa casa de chineses. (halogéneo)

E olhe se quer saber, uso em minha moradia 5 sistemas de aquecimento eléctrico cada um para o seu caso e para a sua necessidade. Alem de usar também recuperador de calor quando tenho tempo
Em vez de fazer contas, eu uso um termómetro, mas não me esqueço de medir também a temperatura exterior.

Agora o que gasta mesmo pouco é sem duvida o ar condicionado, que é um dos sistemas que uso.

Já fiz outros testes, já usei todos os aparelhos que tenho na mesma zona, e sei perfeitamente os rendimentos que tiro. Não preciso fazer contas para tentar enganar os outros. Acho que o sr. se está a passar com a matemática.

Tente fazer uns testes práticos. E aprenda alguma coisa, não passe a vida a patinar.


Quer fazer contas então faça.

Um aquecedor que consuma 2000 w. que só consiga libertar 1000 w e que custa no mercado 40 euros.

È a mesma coisa que um que consuma 1000w e consiga libertar 1000w. marca SUNWAVE e que custa 500 euros. ???

Não, não é pois o 1º custa muito mais barato acaba por gastar o mesmo, pois o termóstato serve para alguma coisa e a mim é igual que um aquecedor de 2000 w trabalhe 1 hora ou que um de 1000w trabalhe duas horas, faça contas.

As contas que os sr. faz aprendi eu a fazer a mais de 30 anos e precisamente aplicadas à electricidade, e também apanhei muito “chocos eléctricos” que é uma coisa que se calhar o sr, devia apanhar para acordar e deixar de vir aqui tentar tomar os outros por parvos, Veja lá bem quem é o PATETA.
Use um espelho (pode ser radiante) e veja a figura que está a fazer.


Ps.

Estou espantado é com a capacidade de perdas de energia do seu aquecedor a que o sr. chama de termoacomulação. Será que a parede interior onde aplica o seu aparelho está isolada de piso e do tecto ?

Explique lá como é que se deve fazer par ter esse efeito de termoacomulação com o mínimo de perdas …
Põe a parede no ar ? prende com uns arames ? ou cola com betão e ela liberta quase todo o seu calor através da placa e do chão? faça contas, ou só sabe fazer contas quando quer $omar ?

Nota:
E não se esqueçam para melhor dissipar o calor de uma resistência o melhor é usar um termoventilador. Testem


meireles

12/2/2005
11:49:54
RE: acumuladores de pedra natural

Resposta:
É pá , eu chego aqui à procura de uma solução e dizem-me, há e tal porque é radiante, porque acumula e tal. Acumula não, porque eu não quero aquecer o vizinho de noite.

E depois porque há um fabricante estupido que mete uma resistência de 2000W num aparelho com capacidade, em condições de utilização de libertar metade, e tál.

Eu venho aqui, em, e não estou para ouvir, como disseram ali a trás, que a radiação é boa para termoacumular e não para aquecer corpos directamente, que qualquer radiador a óleo não consegue utilizar a tarifa bi-horária, e tál.

Eles falam falam, falam falam e não percebem nada de Termodinâmica, por muitas fórmulas que copiem, fico chateado, concerteza que fico chateado.


José Luís correia

12/2/2005
12:31:24
RE: acumuladores de pedra natural

Resposta:
Caros srs. e coisa e tal,

Há alturas em que a arrogância é a medida certa para tolos sem formação técnica sobre aquilo que falam. Falam, falam, de tudo, quando apenas sabem alguma coisa de alguma coisa. Não há mal nenhum nisso, ninguém sabe tudo, mas então
falemos apenas daquilo que sabemos suficientemente bem. Sobre o que não sabemos haverá de certeza alguém que sabe.

Há aqui senhores que têm a tentação de opinar sobre tudo, sobre quase todos as questões e ou assuntos e depois sai tanta asneira, insulto, confusão,...

Rebatam argumentos com contas de expressões que se copiam! Não sabia que não se podiam "plagiar formulas científicas"!!! Que tinhamos de invertar outras ou as nossas próprias... É uma forma interessante de reinventar a ciência, tornando-a uma verborreia de tolos...

É por isso que este país está como está e este fórum também. Já tinha percebido porque é que por aqui não se vêm opiniões de gente qualificada (pertencente a instituições credíveis e com know-how) que muitas vezes tenho a oportunidade e o prazer de ouvir em conferências e encontros técnicos dos quais participo...

Da minha parte é mesmo a última vez que participo neste fórum, excessivamente mal frequentado. Qual quer dia só mesmo os mesmos é que aqui vão intervindo e tendo orgasmos em circulo fechado!

Passem bem! Ah! E apresentem algum cálculo, e por alguma vez saibam basear-se nas expressões científicas para suportar alguma coisa do que dizem. Se a matemática mete confusão podem-se arranjar umas aulas.

Não vale a pena torcerem-se na cadeira, insultar ou assobiar para o lado. Por alguma vez apresentem algum raciocínio com consistência, princípio, meio e fim e não ideias soltas. Mais vale intervirem menos vezes, mas quando intervirem, pensem, reflictam e elaborem alguma coisa de jeito e suficientemente bem escrito, será concerteza uma boa forma, talvez a melhor, de respeitar os outros. Pelo menos eu, quando percebo que os outros "perdem" bastante do seu tempo para me atender, fico imensamente grato e sensibilizado.

Bom dia

José Luís Correia


PS: Tentem fugir à tentação de se vitimizarem ou à tentação do insulto fácil. Conseguem?


ze saloio

12/2/2005
14:18:02
RE: acumuladores de pedra natural

Resposta:
O problema não está em utilizar a ciência e a matemática, mas sim, depois de fazer uma exposição qualquer, querer utilisar essas conclusões para justificar alguma coisa completamente diferente e que nada tem a ver com a exposição apresentada, manipulando conclusões na direcção que se nos apresente mais favorável.

Ter de seguida a arrogância de pensar que mais ninguém andou na escola e que não consegue desmontar argumentos incorrectos.

O problema deste país é que alguns se têm em demasiada consideração, têm o descaramento de por uma gravata, gostarem de serem tratados por Sr. Dr ou Sr. Engº sem o terem sido na prática ou terem utilisado esses conhecimentos para o bem comum, sómente para passear o diploma e esperar que a malta se assuste com meia duzia de diatribes ditas.

Pois deixe-me dizer que o sr. de Termodinâmica não percebe mesmo nada, que as conclusões a que chegou ou revelam ignorância ou má fé, acredito que seja a primeira.
O engraçado da Termodinâmica é que os conceitos estão antes dos cálculos, pode fazer as contas que quiser, mas se chegam para contradizer os principios básicos da temodinâmica estamos mál, o Sr Correia reporta as suas respostas às contas que fez, mas não responde às contradições conceituais.

Já agora uma pergunta de algibeira, coloque um radiador a óleo de 2500 W no meio da sala, aplique-lhe 2500 w de energia eléctrica, mas como Sr diz que ele só debita 1000 W, para onde foram os outros 1500 W?


ze saloio

12/2/2005
14:21:18
RE: acumuladores de pedra natural

Resposta:
O problema não está em utilizar a ciência e a matemática, mas sim, depois de fazer uma exposição qualquer, querer utilisar essas conclusões para justificar alguma coisa completamente diferente e que nada tem a ver com a exposição apresentada, manipulando conclusões na direcção que se nos apresente mais favorável.

Ter de seguida a arrogância de pensar que mais ninguém andou na escola e que não consegue desmontar argumentos incorrectos.

O problema deste país é que alguns se têm em demasiada consideração, têm o descaramento de por uma gravata, gostarem de serem tratados por Sr. Dr ou Sr. Engº sem o terem sido na prática ou terem utilisado esses conhecimentos para o bem comum, sómente para passear o diploma e esperar que a malta se assuste com meia duzia de diatribes ditas.

Pois deixe-me dizer que o sr. de Termodinâmica não percebe mesmo nada, que as conclusões a que chegou ou revelam ignorância ou má fé, acredito que seja a primeira.
O engraçado da Termodinâmica é que os conceitos estão antes dos cálculos, pode fazer as contas que quiser, mas se chegam para contradizer os principios básicos da temodinâmica estamos mál, o Sr Correia reporta as suas respostas às contas que fez, mas não responde às contradições conceituais.

Já agora uma pergunta de algibeira, coloque um radiador a óleo de 2500 W no meio da sala, aplique-lhe 2500 w de energia eléctrica, mas como Sr diz que ele só debita 1000 W, para onde foram os outros 1500 W?


ze saloio

12/2/2005
14:22:06
RE: acumuladores de pedra natural

Resposta:
O problema não está em utilizar a ciência e a matemática, mas sim, depois de fazer uma exposição qualquer, querer utilisar essas conclusões para justificar alguma coisa completamente diferente e que nada tem a ver com a exposição apresentada, manipulando conclusões na direcção que se nos apresente mais favorável.

Ter de seguida a arrogância de pensar que mais ninguém andou na escola e que não consegue desmontar argumentos incorrectos.

O problema deste país é que alguns se têm em demasiada consideração, têm o descaramento de por uma gravata, gostarem de serem tratados por Sr. Dr ou Sr. Engº sem o terem sido na prática ou terem utilisado esses conhecimentos para o bem comum, sómente para passear o diploma e esperar que a malta se assuste com meia duzia de diatribes ditas.

Pois deixe-me dizer que o sr. de Termodinâmica não percebe mesmo nada, que as conclusões a que chegou ou revelam ignorância ou má fé, acredito que seja a primeira.
O engraçado da Termodinâmica é que os conceitos estão antes dos cálculos, pode fazer as contas que quiser, mas se chegam para contradizer os principios básicos da temodinâmica estamos mál, o Sr Correia reporta as suas respostas às contas que fez, mas não responde às contradições conceituais.

Já agora uma pergunta de algibeira, coloque um radiador a óleo de 2500 W no meio da sala, aplique-lhe 2500 w de energia eléctrica, mas como Sr diz que ele só debita 1000 W, para onde foram os outros 1500 W?


Jorge Santos

13/2/2005
05:38:54
RE: acumuladores de pedra natural

Resposta:
A corrente eléctrica é o movimento de electrões livres, através de um condutor no sentido da carga mais negativa. para a mais positiva.
A resistência eléctrica É A OPOSIÇÃO Á CORRENTE
Com uma força eléctrica constante (Tensão “Volts”) quanto maior for a oposição à corrente eléctrica (Resistência “ Ohm”) menor será o numero de electrões movendo-se no material (Corrente “Amperes”) Ou seja, a resistência aumenta, a corrente aumenta e temos mais consumo, e mais electrões retidos que neste caso é igual a mais calor libertado. Seja em que sistema for.

1 Watt é a potencia dum circuito percorrido pela corrente de 1 A e cuja tensão nos terminais é um volt.

Ou seja 1 Watt é igual à corrente vezes a tensão (amperagem vezes a voltagem)

Assim sento usando a mesma fonte de tensão, quanto menor for e resistência maior será a corrente.

Com estas bases que tentei explicar de um modo simples, é possível perceber o que é a electricidade, como funciona e até fazer contas, cada um pode fazer as contas que quiser mas a realidade é esta, temos que saber do que estamos a falar antes de as executar.

Não é sabendo apenas matemática que se chega ao conhecimento da electricidade. Todos sabemos que podemos chegar a um resultado fazendo por exemplo 3 contas, mas que se fizermos mais uma ou duas o resultado final, pode ser totalmente diferente.
Mas para quê fazer tanta conta para vender o seu produto ? será que não percebe que não há só parvos no mundo e que se as pessoas vem ao fórum já passaram por muita etapas, quem vem aqui pode perfeitamente ir buscar informação a outro lado qq e perceber quem o engana.
A Internet tem esta vantagem aqui é mais difícil enganar as pessoas.

Se tem num aparelho 2000 watts é porque tem nessa resistência (o material resistente por onde passa a electricidade)

Essa capacidade de oposição á corrente. Essa energia é libertada (neste caso) sobre a forma de calor que pode ser medido em kilocalorias, medir o calor libertado em Watts. É apenas convertendo as kilocalorias em watts, pois watts não é uma medida de calor.
È mais uma coisa que eu não concordo e acho estúpido falarmos de calor em watts, é mais uma maneira de tornar as unidades menos palpáveis para o cliente final e um boa maneira de o baralhar cada vez mais.

(1 caloria é a energia necessária para elevar um litro de água pura em 1 grau centigrado)


Se tivermos um aparelho com 2000W é porque esses electrões ficam retidos (resistência) A pergunta do diz Ze Saloio, tem muita lógica… para onde vai ? Aumenta a temperatura da zona de permutação e aquece precisamente o mesmo. Nunca se perde.

Sr. Meireles Um aquecedor irradiador aquece o mesmo que qualquer outro, mas por exemplo, se estamos numa zona que precisa de 20.000Watts par aquecer à temperatura ideal, usando um irradiador de halogéneo temos rapidamente a zona para onde a irradiação é dirigida logo quente tem ter a necessidade de aquecer toda a área.

Nos grandes armazéns industriais por vezes usa-se esse sistema quando se quer aquecer apenas algumas zonas.

Veja aqui uns exemplos de aquecedores por radiação de grandes naves industriais, leia o testo.
http://www.frical.pt/enter.html e clique no irradiador que está ao encima ao centro.

Podemos ter uma pequeno aquecedor perto de cada secretaria por exemplo num armazém industrial, em que o pessoal que se move não sente frio, mas quem está sentado numa secretaria sofre, é mais um caso que não temos nem podemos fazer grandes cálculos.
È um caso que resulta perfeitamente não tem que fazer contas basta só testar.

Por outro lado sempre aprendi que devia colocar um painel de aquecimento junto das janela, pois é por aí que o frio entra, não é aquecendo mais a parede que já está quente que se vai distribuir bem a temperatura. A VITIMA - J Luís Correia não deve perceber nada da realidade, passou-se com as contas. Sempre vi pela Europa fora os irradiadores montados por baixo das janelas.
No entanto se a parede exterior for mal isolada, teremos mais perdas, mas vamos ter mais conforto. È um tema que dá muita conversa e obriga a alguns teste práticos, e poucas contas.


Sr, José Luís Correia, se calhar ainda o sr. Mamava já eu sabia mais electricidade que o sr.Sabe hoje, Não subestime os outros quando não os conhece. No meu caso posso até falar de muita coisa, mas o que na realidade estudei foi electricidade. Electrotecnia Percebeu ?
Só que no meu tempos tínhamos muita lições de mecânica, pois no ano que comecei na área tinha acabado a Electromecânica dividindo-se a Mecanotécnica de Electrotecnia Sabe à quantos anos foi isso ? faça contas…

No meu tempo aprendíamos a uniformizar a luz em luminotecnia, hoje nem se sabe o que é isso, Pois na distribuição da luz só se vem disparates, não pense que é só na área do calor, a da luz é bem pior. Todas as casas nova são deficientes em iluminação ou tem calculada de maneira incorrecta.

No meu tempo visitávamos fabricas, na altura em que se reciclavam o telefones velhos para vender para àfrica.

Hoje è mestrados em reciclagem… Mas já não temos as fabricas

Hoje quase só temos Técnicos como o sr. Jose´Luis Correia, Deformados, arrogantes mal educados e não sabem fazer mais nada que vender as coisas que lá fora se fazem.
Sabem fazer tantas contas mas são incapazes de produzir algo.
Mas todos eles sabem dar bem o nó na gravata.
Que por acaso é uma das muitas coisas que não sei fazer.

È uma vergonha.


ze saloio

13/2/2005
16:01:13
RE: acumuladores de pedra natural

Resposta:
Só uma pequena achega e explicação complementar, isto de climatização e aquecimento não são só truques e técnicas, é ciência também, termodinâmica fundamentalmente, tudo tem uma explicação ciêntifica.

O importante é conhecer as leis fundamentais da Termodinâmica, principalmente a primeira e a segunda, depois de as conhecer tudas as questões que parecem ser complicadas de resolver têm uma explicação.

Assim a minha questão anterior sobre para onde iam os 1500 W tem resposta na primeira lei da Termodinâmica que fala básicamente na conservação da energia.

Um exemplo sobre a segunda lei da termodinâmica aplicada justifica também a colocação dos radiadores junto às janelas, etc

Um dia destes com tempo explico aqui em detalhe em que consistem.


cesar alves

14/2/2005
23:29:59
RE: acumuladores de pedra natural

Resposta:
Agradeço todos os comentarios aqui expostos,mas continuo na incerteza sobre as capacidades destes aparelhos,


cesar alves

14/2/2005
23:32:23
RE: acumuladores de pedra natural

Resposta:
Agradeço todos os comentarios aqui expostos,mas continuo na incerteza sobre as capacidades destes aparelhos,


A. Silva

17/2/2005
15:05:06
RE: acumuladores de pedra natural

Resposta:
Caro Sr. Cesar,

Realmente estamos aki perante um problema, que é o seguinte.

Falam, Falam, Falam, mas não dizem nada.

Quando estiver a negociar as ditas pedras deve exigir um termo de responsabilidade do fornecedor a assumir os consumos acima dos aqui anunciados, com a assinatura devidamente reconhecida pelo notário, vai ver que afinal os cálculos não são assim tão exactos e as desculpas vão ser do género.

Pois mas depende do local, depende da temperatura ambiente, depende do isolamento, depende do nº de pessoas no local etc.. etc..

Por isso quando comprar este tipo de equipamento fique mentalizado de que ele vai consumir energia e não funciona com magia conforme aqui anunciado.

cumprimentos,

A. Silva


José Manuel

17/2/2005
16:29:51
RE: acumuladores de pedra natural

Resposta:
Caros senhores,

Gera-se tanta confusão e combate! Deve ser um problema de mentalidade: combater os argumentos dos outros em vez de enriquecê-los ou complementá-los.

O probelma deste fórum é que têm-se mais visões empíricas e comerciais que técnicas e tenta-se abordar as questões de uma forma radical, dicotómica: o que é melhor ou pior; o que gasta mais ou o que gasta menos; ...

O Sr. Jorge Santos fez inicialmente uma intervenção simplista, inexacta, embora désse para perceber o que queria dizer e se lhe deva reconhecer conhecimentos e agradecimentos pela sua permanenente meritória disponibilidade. Com efeito um radiador de 2000 W gasta mais que um de 700 W se estiverem ligados durante o mesmo tempo. Mas gastam o mesmo, se forem ambos eléctricos, quando libertam a mesma quantidade de energia, se estiverem ligados nos mesmos perídos horários; a diferença está no tempo que cada um precisa de estar ligado...
O Sr. jorge Santos por vezes excede-se... Essa conversa das gravatas parece mais adequada nos tempos do PREC. Parece que tem complexos de inferioridade relativamente às pessoas que usam gravata. É ainda pernicioso essse tipo de discurso, e até "incendiário"... Há pessoas que usam gravata que trabalham muito e são competentes no que fazem outras não! Pode-se dizer o mesmo relativamente às pessoas que não usam gravata!

Outra! Parece que a empresa desse Sr. José Luís Correia, ou onde ele trabalha, frabrica os ditos painéis radiantes, sendo assim, não é como o Sr. Jorge Santos disse não "...sabem fazer mais nada que vender as coisas que lá fora se fazem". E o Sr. jorge Santos vende ou instá-la o que fabrica? Já agora o quê?

É preciso mesmo mais bom senso e deixarem-se desse atitude competitiva por parecerem os maiores ou mais competentes e trocarem mais experiências.

O Sr. jorge Santos quando quer até demonstra que
tem conhecimentos, não precisa é de deitar os outrs abaixo com argumentação de gravatas e coisas do género, nem menosprezar a formação dos outros sem aparentemente os conhecer ou saber onde eles se formaram... Caso contrário, tem de nos dizer onde tirou os seus cursos para a gente poder julgar.

Já agora, gostavamos de saber se o Sr. José Luís Correia usa habitualemtne gravata!!!

O Sr. José Luís Correia no que disse está correcto, apenas pode ser combatido no que eventualmente não disse ou omitiu e pudesse ser relevante para a discussão. (Aprecio-lhe o estilo e o rigor, reportando-me exclusivamente ao que diz. Claro que pode haver e há concerteza argumentos para contrabanlançar o que diz.)

...

O homem também nunca disse que percebia de termodinâmica, não sabemos se percebe ou não... "Para além de usar ou não gravata também percebe de termodinâmica?"


O Sr. Saloio pergunta para onde foram os outrso 1500 W. Tem razão ou tinha, caso o outro senhor não tivesse deixado claro que os 2500 W são debitados, mas a uma temperatura muito elevada... Se colocarmos 2500 W eléctricos num radiador do tamanho de 1 cm3 (!) eles saiem todos cá para fora mas a um temperatura de muitas centenas ou até milhares de graus, depende do material, é fazerem-se as contas...

Mais uva e menos parra,

José Manuel


  Foi atingido o numero máximo de respostas a esta mensagem


 

 


A Nossa Aldeia Global
 Voltar à inicial 

Este fórum não tem moderador, sendo o conteúdo das mensagens publicadas da exclusiva responsabilidade dos autores. O administrador do sistema poderá, no entanto, excluir sem aviso prévio, mensagens cujo conteúdopossa ser considerado impróprio, fora de contexto, ou lesivo ao bom nome de terceiros.


Copyright © 1997 aglobal.com